Blog

Text Resize

Seu próximo colega de trabalho poderá ser um robô.

Postado por Leila Schmidt

 

A última edição da Feira de Hannover, realizada de 23 a 27 de abril de 2017 na Alemanha, trouxe à tona, a discussão sobre o futuro do trabalho. O tema central é o impacto que a digitalização das empresas trará para o Mercado de Trabalho como um todo; especialmente através da Robótica.  A pergunta que ronda todas as cabeças é, sem dúvida: Os robôs irão substituir os homens?

O Instituto de Pesquisa do Mercado de Trabalho e Profissões, órgão ligado ao Ministério do Trabalho Alemão, calcula que 60.000 postos de trabalho serão perdidos na Alemanha, até 2025, em consequência da Digitalização das Empresas. Este número é a diferença entre os 490.000 postos que, estima-se, serão cortados e os 430.000 novos postos a serem criados em função das novas tecnologias.

Para o Prof. Christoph Herrmann, docente da Universidade Técnica de Braunscheig, contudo, não há motivo para muita preocupação. Para ele, ”diferente da grande revolução da automação nos anos 90, na Indústria 4.0 o homem está no centro de todo o processo”. Para ele, o robô não irá substituir o homem; nem mesmo na Indústria Automotiva.

Na Indústria 4.0, o robô é visto como um colega de trabalho, auxiliando o homem em trabalhos cansativos, ergonomicamente inadequados ou perigosos. Mas, posições onde são necessários o pensamento associativo, a criatividade e a tomada de decisões jamais poderão ser ocupadas por máquinas.

O termo COBOT vem de “collaborative robots” (robôs colaborativos), que são robôs leves e sensíveis ao tato, podem interagir com pessoas, sem riscos. O tema nos faz lembrar um pouco do início da computação, quando falava-se que, no futuro, cada funcionário teria seu próprio computador (PC). A visão, que parecia ser coisa de ficção científica, é hoje uma coisa banal para a grande maioria das pessoas. Tudo indica que estamos caminhando para o dia em que, além de seu próprio computador, cada funcionário terá, também, um COBOT como assistente pessoal.

O grupo ARD de Comunicação, em parceria com o Ministério do Trabalho Alemão, desenvolveu uma plataforma onde é possível pesquisar qual a probabilidade de cargo/profissão ser substituído por um robô: www.job-futuromat.ard.de; só disponível em alemão. Nela é possível constatar-se que a atividade de “soldador”, por exemplo, já possui (atualmente), 83% de chance de ser automatizada.

A Central Sindical IG Metall, da Alemanha, está atenta a este panorama e já atua junto às empresas para capacitar os funcionários da indústria alemã, especialmente os mais velhos, de forma a que possam se preparar para os novos desafios que a (inevitável) digitalização das empresas trará.

Como mostrou a Hannover Messe, a digitalização das empresas, ou a chamada Indústria 4.0, já é uma realidade irreversível. Os robôs estão ficando cada vez menores, mais baratos, mais ágeis e mais fáceis de serem integrados a diferentes situações. Que eles irão substituir o homem em algumas atividades, fica claro. A única dúvida é o quanto. Ao mesmo tempo, novas oportunidades irão surgir nos campos de desenvolvimento e de tecnologia.

Para o Brasil, porém, isto poderá representar um grande desafio. Como preparar a mão de obra para um mundo cada vez mais digital? Como modernizar a Indústria Brasileira, e torná-la mais competitiva, sem prejuízos para o mercado de trabalho? O que fazer com uma massa de pessoas com baixa qualificação profissional?

Seja qual for a sua atividade, empregador ou empregado, fique atento, em algum momento este desafio fará parte da sua vida também.

Veja também: HANNOVER MESSE - A FASHION WEEK DA ROBÓTICA

 

 

seg, 01/05/2017 - 17:21 -- Leila Schmidt

Publicidades Laterais

quemfornece.com, cadastro de fornecedores
quemfornece.com, cadastro de fornecedores
No Guia de Ferias do QuemFornece.com voce encontra feiras e eventos de negócios em todo o Brasil.

Plataforma Online de Inscrições para Cursos, Palestras e Workshops

Assine nossa newsletter para receber novidades!