Fornecedores de Sais de Tratamento de Alumínio - Quem Fornece
QuemFornece.com
Cadastre sua Empresa

Encontramos 4 fornecedores de Sais de Tratamento de Alumínio

Logomarca de Elfusa Geral De Eletrofusão
Fornece: Óxidos Básicos, Sais de Tratamento de Alumínio, Areia para Fundição, Abrasivos de Areia, Abrasivos para Jato de Areia
São João da Boa Vista - SP
Logomarca de Refrabras | Refratários e Isolantes
Fornece: Cerâmicos Refratários para Churrasqueiras, Cerâmicos Refratários para Caldeiras, Cerâmicas Refratárias, Argamassas Refratárias, Concretos Refratários e mais outras 19 categorias
São Paulo - SP
Logomarca de Tecfar - Indústria de Acessórios para Processos Térmicos e Termoquímicos
Fornece: Sais de Tratamento de Alumínio, Tratamentos Térmicos de Metais
Diadema - SP
Logomarca de Ferramaq Indústria e Comércio Ltda.
Fornece: Areia Silicosa, Areia de Cromita, Desmoldantes para Fundição, Produtos para Fundição, Areia para Fundição e mais outras 23 categorias
Ferraz de Vasconcelos - SP

Tipos de Fornecedor

Estados

Cidades

Os sais de tratamento de alumínio são substâncias químicas utilizadas na purificação da água, removendo impurezas, como partículas e microrganismos, tornando-a própria para consumo humano e industrial. Esses sais são compostos por alumínio e outras substâncias, como sulfatos, cloretos, hidróxidos, fosfatos, entre outros. Eles são adicionados à água em pequenas quantidades, em geral, com o auxílio de dosadores automáticos, e se transformam em hidróxido de alumínio quando em contato com a água. O hidróxido de alumínio, por sua vez, atua como um coagulante, aglutinando as impurezas em partículas maiores que podem ser facilmente removidas do processo de filtragem. Os sais de tratamento de alumínio oferecem uma série de vantagens em relação a outros produtos utilizados no processo de purificação da água, como a facilidade de manuseio e aplicação, a eficiência na remoção de impurezas, a redução do odor e sabor desagradável, além de ser uma solução econômica. No entanto, o uso dos sais de alumínio deve ser feito com cautela, pois em excesso podem causar danos à saúde humana e ao meio ambiente. Por isso, é importante que sua aplicação seja feita de acordo com as normas técnicas, seguindo as orientações de um profissional especializado na área.